Os comentários deste site são de origem pessoal e não de uma denominação ou igreja específica, respeitamos todas as opiniões e críticas contrárias à linha de pensamento ou raciocínio de interpretação dos assuntos comentados neste blog, porém não publicamos comentários de pessoas que querem cercear a liberdade de expressão no que diz respeito a todos os aspectos da vida, principalmente aspecto politico ou religioso, pelo que também não publicamos comentários heterofóbicos nem homofóbicos, pois Deus nos aponta na sua palavra o caminho certo a seguir e nos mostra o obscuro, dando ao homem a liberdade de escolha.
Assim disse Josué ao povo: "...Porém se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; Porém eu e minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24. 15).

domingo, 15 de abril de 2012

A MARIOLATRIA ( 1 )

Introdução: a adoração e veneração à Maria, é um dos temas que mais geram debates entre católicos e evangélicos. Mas quando examinados sob a luz da Bíblia Sagrada, e não interpretado de acordo com a visão humana, mas com a interpretação advinda do Espírito Santo, tudo fica claro. Os evangélicos refutam com muitos e infaliveis textos e versiculos biblicos, a interpretação de teólogos que aprovam esta, além de outras práticas de idolatria, que são abomináveis aos olhos de Deus. Bem disse Jesus no evangelho de Mateus: "... Errais não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". Mt. 22.29.
A adoração e veneração à Maria, a luz da Biblia é certo ou errado?
O catolicismo, para reforçar a tese de que é correto, afirma que Maria concebeu a Jesus sem pecado, permanecendo virgem até a morte, ou seja, sem haver mantido relações sexuais com José. Vemos, segundo a Bíblia, que eles erram quando dizem que ela permaneceu virgem até morrer. Quando estudamos Lucas 1.26-38, notamos que o filho que lhe abriu a madre ou o primeiro que no seu ventre foi gerado, foi fecundado por obra e graça do Espírito Santo de Deus. Lucas 1.26-38. Esta afirmativa é correta. Porém de acordo com o que está escrito na Bíblia, no evangelho de Mateus 1:25, José seu marido não a conheceu "até" que deu a lúz a seu filho "primogênito" Jesus. Observem que colocamos entre aspas as palavras: até e primogênito...
Postar um comentário