Os comentários deste site são de origem pessoal e não de uma denominação ou igreja específica, respeitamos todas as opiniões e críticas contrárias à linha de pensamento ou raciocínio de interpretação dos assuntos comentados neste blog, porém não publicamos comentários de pessoas que querem cercear a liberdade de expressão no que diz respeito a todos os aspectos da vida, principalmente aspecto politico ou religioso, pelo que também não publicamos comentários heterofóbicos nem homofóbicos, pois Deus nos aponta na sua palavra o caminho certo a seguir e nos mostra o obscuro, dando ao homem a liberdade de escolha.
Assim disse Josué ao povo: "...Porém se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; Porém eu e minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24. 15).

quinta-feira, 18 de março de 2010

ENTÃO, QUEM REALMENTE GUARDA O SABADO?

Segundo o Talmude, são várias as atividades que são proibidas durante todo o shabat.  Porém excepcionalmente em caso de risco de morte, segundo os Judeus,  quaisquer das proibições podem ser deixadas de lado, eis que o valor mais caro ao Judaísmo é a vida.
Eis então as atividades:
Arar, semear, colher, agrupar feixes, debulhar, dispersar, catar, moer, peneirar, preparar massa, assar, tosquiar, lavar a lã, desembaraçar a lã, tingir a lã, fiar, tecer, dar dois nós, tecer dois fios, separar duas linhas, atar, desatar, coser, rasgar, caçar, abater, raspar o couro, curtir o couro, alisar o couro, demarcar o couro, cortar, escrever, apagar, construir, demolir, acender fogo, apagar ou diminuir o fogo, martelar, transportar algo desde um ambiente particular a um público, explorar o serviço alheio incluindo os de seus empregados, seus filhos e de seus animais, andar mais que 1 km ou o chamado caminho de um sabado e etç...

Inferimos dos estudos dos evangelhos, que nem mesmo os Judeus conseguiram guardar o sabado conforme preceituava a Lei.  Jesus quando questionado pelos fariseus do  motivo pela qual os seus discipulos não guardavam o sabado disse-lhes: 
"... Nunca lestes o que fez Davi, quando se viu em  necessidade e teve fome, ele e os seus companheiros?  Como entrou na Casa de Deus, no tempo do sumo sacerdote Abiatar e comeu os pães da proposição, os quais não é lícito comer, senão os sacerdotes, e deu também aos que estavam com ele? (Mc. 25,26).
Viram!!! Até Davi, o homem segundo o coração de Deus, mesmo sendo judeu, infringiu  a lei  do sábado  quando  teve necessidade."
E você caso tivesse necessidade de trabalhar no sábado  pra sustentar a sí próprio e a sua família não trabalharia?
No mesmo texto bíblico que lemos anteriormente Jesus acrescentou:  "O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sabado..."
Eis a pergunta:  O sábado foi estabelecido  por causa de Deus ou por causa do  homem?
Eis a resposta de Jesus:   Por causa do homem!
Jesus foi perseguido pelos Judeus porque quebrou toda a regra protocolar do sabado que diziam santificar, e assim ensinava a seus discípulos. ( João 5. 16, 17).
Hoje quem  vos   julga e critica por não guardar o sabado?
No sabado os Judeus não deviam trabalhar,  nem explorar o trabalho alheio, nem dos seus filhos, dos seus empregados dos seus animais e etç... ( Exodo 20.8 ;  Neemias 13. 15 - 22 ). Porém nem eles mesmos conseguiram guarda-lo tal como preceituava a lei.


E hoje, será que existe alguma religião que guarda o sabado corretamente?
Existem hoje algumas religiões que dizem efetuar a guarda do sabado tal como preceituava a lei.  Porém vivem à explorar do trabalho alheio neste dia,  Vejamos os exemplos:
Ao acenderem uma lâmpada,  ligarem um aparelho eletrodoméstico em suas casas, acionarem o funcionamento de máquinas e outros equipamentos em suas industrias, emissoras de rádio e tv e etç... os sabatistas contam com o apoio de técnicos da empresa fornecedora de energia que estão trabalhando em regime de escala, noite e dia, todos os dias,  para manterem as usinas ou hidrelétricas a pleno vapor, a fim de iluminar e impulsionar seus aparelhos;
Quando se dirigem às suas igrejas e precisam ir de ônibus, estão transgredindo a lei explorando do trabalho alheio, pois se o motorista e o cobrador não trabalhassem aos sabados,  eles não teriam como utilizar este meio de transporte;
Se as suas igrejas forem mais que 1 Km de distância de suas casas, mesmo andando a pé ou de carro, os sabatistas ao percorrerem este trajeto,  já transgrediram a lei, pois no sábado Judeu não se pode andar mais que esta distância estabelecida, ou o  chamado caminho de um sabado;
Quando os sabatistas acendem o fogo de uma lareira, do seu fogão de lenha ou a gás no sábado, já transgrediram a lei, pois no sábado os judeus não podiam acender fogo de nenhuma espécie, nem cozinhar. E para os atuais dias  tem mais um agravante:  Se o gás for encanado e fornecido direto por uma distribuidora, além de pecarem por haverem acendido o fogo, pecaram também por estar explorando o serviço alheio, pois os técnicos da empresa fornecedora também trabalham em regime de escala todos os dias;
Os serviços de segurança pública, as forças armadas, os hospitais... enfim, todos trabalham pela manutenção da segurança e saúde da população, qualquer que seja o dia, e todos os cidadãos usufruem desse direito de proteção fornecido pelo estado qualquer que seja a sua religião ou crença.
Há quem diga:  "Os judeus nunca guardaram corretamente o dia de sabado, mas os sabatistas de hoje sim estes o guardam."  Isto é um erro, é só ler e saber interpretar Exodo 20. 8.
O que os sabatistas devem saber, é que se nem os judeus conseguiram guardar os dez mandamentos como preceituava a lei, muito menos nós!  E, que os apóstolos Pedro, Paulo e Barnabé juntamente com todos os líderes da igreja primitiva proporam uma assembléia, após serem   indagados pelos cristãos convertidos que anteriormente professavam o farizaismo, sobre o dever de todo ser humano convertido a cristo guardar a lei de Moises.  E  que nesta reunião, Pedro tomando a palavra  disse-lhes:
"...Irmãos, vós bem sabeis que desde há muito, Deus me escolheu dentre vós para que por meu intermédio ouvissem os gentios a palavra do evangelho e cressem.  Ora, Deus, que conhece os corações lhes deu testemunho, concedendo o Espírito Santo a eles, como também a nós concedera.  E não estabeleceu distinção alguma entre nós e eles, purificando-lhes pela fé o coração.  Agora pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós? Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram." ( Atos 15: 7 - 11).
Relatemos o que ficou decidido neste concílio, que foi estabelecido por causa do transtorno causado pelas mensagens erradas transmitidas pelos cristãos farizeus convertidos, ( ver Atos 15. 24):
"Enviamos portanto, Judas e Silas, os quais pessoalmente vos dirão também estas coisas.  Pois pareceu bem ao Espirito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas essenciais:  que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde." ( Atos 15. 27- 29).  


Alusões bíblicas do Novo Testamento sobre o dia de guarda:
De fato, o Novo Testamento menciona um dia de guarda frequentemente utilizado pelos cristãos primitivos para adorarem a Deus, o domingo, leiamos:
"No primeiro dia da semana (Domingo), estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo que devia seguir viagem no dia imediato, exortava-os e prolongou o discurso até à meia noite.  Havia muitas lâmpadas no cenáculo onde estavamos reunidos."  (Lucas 20. 7). 

...Continua...
Postar um comentário