Os comentários deste site são de origem pessoal e não de uma denominação ou igreja específica, respeitamos todas as opiniões e críticas contrárias à linha de pensamento ou raciocínio de interpretação dos assuntos comentados neste blog, porém não publicamos comentários de pessoas que querem cercear a liberdade de expressão no que diz respeito a todos os aspectos da vida, principalmente aspecto politico ou religioso, pelo que também não publicamos comentários heterofóbicos nem homofóbicos, pois Deus nos aponta na sua palavra o caminho certo a seguir e nos mostra o obscuro, dando ao homem a liberdade de escolha.
Assim disse Josué ao povo: "...Porém se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; Porém eu e minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24. 15).

quarta-feira, 11 de abril de 2012

CONTINUAÇÃO DO ESTUDO A MARIOLATRIA 4

...Em João lemos: "...nem mesmo os seus irmãos criam nele." João 7:5. Alguns irmãos de Jesus vieram a crer posteriormente, o que vemos em Atos: "Quando ali entraram, subiram para o cenáculo onde se reuniam Pedro, João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago filho de Alfeu, Simão o Zelote, e Judas, Filho de Tiago. Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele." Atos 1.13:14. O que podemos extrair também deste texto bíblico escrito por Lucas, o autor do livro de Atos dos Apóstolos, é que ele distingue claramente, os discípulos dos irmãos de Jesus. Refiro-me a frase: "...com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele."
O catolicismo afirma, que era costume da época, os Judeus chamarem primos de irmãos, o que é correto. Mas no caso que estudamos, tudo o quanto lemos e pesquisamos anteriormente nos aponta para a verdade mais rica e pura, de que podemos afirmar seguramente, e sem sombra de duvidas, que Maria teve outros filhos, fruto do relacionamento conjugal com José, e que não morreu virgem como afirmam os teólogos católicos. 
E que não existe nenhuma citação bíblica deixada por qualquer dos apostolos, que nos oriente a pedir a mediação ou intersecção de Maria, mãe de Jesus homem, ao nosso favor. E ela não é, e nem pode ser, a mãe de Deus como dizem e ensinam os teólogos católicos.
Podemos sim, com convicção, afirmar como disse Paulo à Timóteo: "Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, testemunho que se deve prestar em tempos oportunos." 1 Timóteo 2:5,6.
     



Pb. Marco Aurélio. 






             
Postar um comentário