Os comentários deste site são de origem pessoal e não de uma denominação ou igreja específica, respeitamos todas as opiniões e críticas contrárias à linha de pensamento ou raciocínio de interpretação dos assuntos comentados neste blog, porém não publicamos comentários de pessoas que querem cercear a liberdade de expressão no que diz respeito a todos os aspectos da vida, principalmente aspecto politico ou religioso, pelo que também não publicamos comentários heterofóbicos nem homofóbicos, pois Deus nos aponta na sua palavra o caminho certo a seguir e nos mostra o obscuro, dando ao homem a liberdade de escolha.
Assim disse Josué ao povo: "...Porém se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; Porém eu e minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24. 15).

sábado, 12 de janeiro de 2008

VOCÊ ACHA QUE LEIS MAIS SEVERAS REDUZIRIAM A VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO?

Sinceramente, não. A repressão existe a algum tempo, e parece não estar surtindo o efeito esperado. Os legisladores têm endurecido gradativamente as leis, ao longo dos anos, porém, mesmo assim, não temos visto nenhum progresso. Pelo contrário, a violência no trânsito tem até aumentado. Vimos nestes dias, que até mesmo diretores de órgãos fiscalizadores, tem sido multados por desrespeitarem as leis de trânsito. Políticos, empresários... o povo de uma maneira geral, não respeita. Acredito que a solução, só pode vir, a médio ou longo prazos, pois a atual geração de motoristas, já está contaminada de uma tal forma que nem a reeducação, como aulas de direção defensiva aos motoristas infratores, tem dado resultado. Este problema seria solucionado, se o governo tornasse obrigatório, por parte das redes de ensino, municipais, estaduais, federais e privadas, uma matéria referente as leis de trânsito, e também mobilizasse toda a sociedade, meios de comunicação, como: radio, TV, e outros, para promoverem campanhas educativas, a fim de que as gerações futuras, não venham cometer os mesmos erros da atual.
Propagandas de bebidas alcoólicas na TV, deveriam ser proibidas, se isto não for possível, que o fossem ao menos nos horários de pico de audiência, e nos horários que antecedem, e uma hora após a transmissões de partidas de futebol e outras práticas esportivas, para que os nossos jovens não viessem a ser contaminados.
Acho um absurdo as propagandas veinculadas na TV, pelas montadoras de automóveis, no lançamento de novos veículos. São uma tremenda apologia ao crime!!! Elas dão ênfase a potência dos motores, a força das arrancadas, ao excesso de velocidade, ao espírito de aventura, enfim acabam por incentivar o espírito de competição entre as pessoas. Creio que deveria existir uma espécie de censura, um limite de tolerância estipulado pelo governo, para a liberação de tais propagandas. Uma espécie de filtro, que seria, leis ou regras, para veinculação nos meios de comunicação de tais vídeo filmagens. E assim quem sabe um dia teremos um trânsito mais humano. Opiniões, críticas ou sugestões, contacte com o E-mail:
pb.marcoaureliodas.barcellos@gmail.com
Postar um comentário